You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Curso de Formação Avançada
Refugiados: Como Prevenir o Trauma
6 de outubro de 2016, 09h30
Cáritas Diocesana de Coimbra - Rua D. Francisco de Almeida, nº 14. Coimbra

Apresentação

Enquadramento

Esta sessão será efetuada por seis investigadores associados do Centro de Trauma que irão, nas suas intervenções, focalizar-se nos requerentes de proteção internacional que têm estado a chegar a Portugal. A ação irá debruçar-se sobre o trauma, nos seus diferentes aspetos psicossociais, culturais e religiosos, na perspetiva de quem chega e é acolhido, bem como na perspetiva de quem acolhe. Será abordada a forma como estes múltiplos aspetos influenciam a expressão do trauma psicológico - desde a vertente mais endógena, à mais sistémica.

Para além da apresentação das reflexões e das experiências de cada um dos oradores, o debate, aberto a todos os participantes, contribuirá certamente para uma ampla formação.

Ao longo da história, os refugiados têm contribuído para a criação de cidades e estados, para a literatura, artes e música, mas a sua chegada e acolhimento na Europa têm feito surgir reações e sentimentos contraditórios. As vivências experienciadas e as diferenças culturais geram terreno fértil para a emergência de problemáticas pessoais e societais para as quais é importante encontrar chaves de análise e intervenção.

A realidade a que se tem vindo a chamar Crise dos Refugiados configura uma conjuntura potencialmente geradora de traumas. Para o Centro de Trauma é premente refletir sobre o tema e questionar as melhores práticas de atuação. Que intervenções psicossociais perante as consequências potencialmente traumáticas para quem foge e procura a sobrevivência? Que respostas a quem acolhe e se sente confrontado com os diferentes modos de viver daqueles que chegam?

Para a Cáritas Diocesana de Coimbra, enquanto entidade de acolhimento de uma família refugiada e parceira da Plataforma de Apoio a Refugiados (PAR) no projeto PAR famílias, é importante garantir que os técnicos que vão acompanhar os refugiados nesta caminhada de acolhimento e integração se encontram devidamente preparados para um acompanhamento efetivo e capaz. Simultaneamente, a natureza da ação Cáritas é também expressão da sua responsabilidade social, pelo que é sua missão facilitar a capacitação de outros atores sociais, em prol do bem comum.

A participação nesta ação é gratuita, mas as inscrições são limitadas a 25 participantes. Pode inscrever-se AQUI até ao dia 30 de setembro.

Consulte o CARTAZ e PROGRAMA. Mais informações, por favor, contacte centrodetrauma@ces.uc.pt ou correio@caritascoimbra.pt

Notas biográficas > Formadores

Notas Biográficas


Bruno Almeida de Brito

Investigador Associado do Centro de Trauma do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra.

Licenciado em Psicologia pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada e Mestrado em Risco, Trauma e Sociedade, pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa. Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde.

Foi assessor do Chefe de Investigação Criminal da GNR de 2005 a 2009.

Colaborador da APAV desde 2009 onde desempenhou as funções de Coordenador Executivo do Centro de Formação, desde 2013 é Gestor da Rede de Apoio a Familiares e Amigos de Vítimas de Homicídio e desde novembro de 2015 Gestor da Rede CARE - Apoio a Crianças e Jovens Vítimas de Violência Sexual, ambas as redes em estreita colaboração com a Polícia Judiciária.

 

Guida Manuel

Investigadora Associada do Centro de Trauma do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra.

Licenciada em Psicologia Aplicada, área de Psicologia Clínica, pelo ISPA.

Foi formanda no 1º Curso de Formação em Psicotraumatologia, organizado pelo Centro de Trauma do CES, sendo membro associado e certificado pela European Society for Traumatic Stress Studies (ESTSS).

É Formadora da Escola de Polícia Judiciária (EPJ), onde ministra as componentes relacionadas com o stress e o trabalho de polícia, prevenção e intervenção em incidentes críticos e intervenção na crise para operacionais.

Terapeuta EMDR e Brainspotting, com diversas formações na área do stress e intervenção na crise, onde se incluem as certificadas pela ICISF “Intervenção na Crise - Individual Crisis Intervention and Peer Support”, “Intervenção na Crise – Group Crisis Intervention” e Traumatic Incident Reduction – TIR certificada pela AMI (Applied Metapsychology International).

 

Joana Sousa Ribeiro

Investigadora do Centro de Estudos Sociais e doutoranda em Sociologia na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sendo a sua tese sobre processos de desqualificação e requalificação profissional de migrantes no sector da saúde. Os seus interesses de investigação centram-se em questões relacionadas com a mobilidade socioprofissional de migrantes, estudos longitudinais, estudos interculturais e cidadania.

Das suas publicações destaca-se, em 2008, "Migration and 'occupational integration': foreign health professionals in Portugal", in Saks, M. and Kuhlmann, E. (ed.), Rethinking professional governance: International directions in health care. Bristol: The Policy Press.

Co-Coordena um grupo de pesquisa da rede internacional IMISCOE - YAMEC -, que se centra na mobilidade de jovens adultos e a crise económica.

 

João Filipe Veloso

Investigador Associado do Centro de Trauma do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra.

Licenciado em Psicologia Clínica pela Universidade Lusófona de Lisboa.

Foi formando no Curso de Formação em Psicotraumatologia, organizado pelo Centro de Trauma do CES, sendo membro associado e certificado pela European Society for Traumatic Stress Studies (ESTSS).

É Psicólogo Clínico trabalhando fundamentalmente com crianças, adolescentes e famílias.

Desde 2008, exerce funções como Coordenador - Psicólogo na Intervenção em Emergência e Psicotraumatologia da ANAFS e ONGD - Proteção Civil.

Terapeuta EMDR Certificado - Nível 2 para crianças e adolescentes.

É Formador de Formadores da TENTS-TP (The European Network for Traumatic Stress – Training & Pratice Member).

 

Margarida Figueiredo Braga

Investigadora Associada do Centro de Trauma do CES - Centro de Estudos Sociais e do I3S - Instituto de Investigação e Inovação em Saúde.

Licenciada em Medicina pela Universidade do Porto (FMUP).

Psiquiatra. Professora Auxiliar da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e Docente do Programa doutoral em Neurociências Clínicas e Saúde Mental da FMUP.

É membro fundador da Sociedade Portuguesa de Comunicação Clínica em Cuidados de Saúde, e coautora de um Manual de Competências de Comunicação Clínica editado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

É psicoterapeuta e supervisora em Psicoterapia Cognitivo Comportamental acreditada pela Associação Portuguesa de Terapia Cognitivo Comportamental.

 

Susana Margarida Gouveia

Investigadora Associada do Centro de Trauma do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra.

Licenciada em Psicologia pela Universidade de Coimbra e Mestre em Gestão, área de especialização em Recursos Humanos, pela Universidade de Évora.

É colaboradora da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) desde janeiro de 2002 – sendo desde dezembro de 2012 responsável nacional pela coordenação da resposta de apoio psicossocial da CVP. É focal point de Portugal para o Psychosocial Centre da Federação Internacional da Cruz Vermelha. Integra o Grupo de Trabalho em Intervenção do Psicólogo em Contexto de Crise e Catástrofe e pertence ao Working group “Refugees” da European Federation of Psychologists’ Associations. É docente convidada na Pós-Graduação em Crise e Ação Humanitária do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa; e na Pós-Graduação em Missões Humanitárias, Catástrofes e Conflitos da escola Superior de Saúde da CVP.