You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Programa de Formação Avançada
II Curso de Psicotraumatologia do Centro de Trauma/CES 
7 de fevereiro a 5 de dezembro de 2015
CES-Lisboa, Picoas Plaza, Rua do Viriato, 13E, Lj. 117/118

Apresentação

Certificado Europeu em Psicotraumatologia da ESTSS


Apresentação

Nos últimos anos, profissionais de diferentes áreas têm vindo a manifestar significativo interesse na área da Psicotraumatologia. De facto os desastres naturais, os acidentes rodoviários, as generalizadas situações de violência, estão presentes no dia-a-dia das sociedades atuais constituindo-se como acontecimentos potencialmente traumáticos e recolocando o conceito de Trauma no cerne da psicopatologia moderna.

Daí a necessidade de promover, num contexto de diálogo interdisciplinar, o conhecimento sobre prevenção e intervenção no Trauma Psicológico decorrente de situações de crise, desastre ou catástrofe.

Neste sentido, o Centro de Trauma do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, enquanto membro da European Society for Traumatic Stress Studies (ESTSS), realizou entre novembro de 2012 e julho de 2014 o 1º Curso de Formação em Psicotraumatologia com acesso ao Certificado Europeu de Psicotraumatologia, validado pela ESTSS.

Considerando o sucesso desta primeira edição e o registo do interesse na continuação deste ciclo de formação, o Centro de Trauma irá inaugurar o 2º Curso de Formação em Psicotraumatologia, com início em fevereiro de 2015 e fim previsto em dezembro de 2015.

O curso terá lugar na delegação do CES em Lisboa (Picoas Plaza, R. Viriato, 13E Lj. 117/118).

Objetivos e destinatários

Objetivos gerais

- Dotar os formandos de conhecimentos teóricos e práticos em trauma psicológico, nomeadamente o trauma pós-crise, desastre ou catástrofe.
- Conciliar a formação obtida com os dados curriculares necessários ao certificado europeu de Psicotraumatologia da responsabilidade da ESTSS.
- Fomentar, na área do trauma psicológico, terminologias e práticas de atuação comuns, com base na evidência científica.
- Implementar estratégias de prevenção, intervenção e tratamento em trauma e stress traumático, em consonância com critérios internacionalmente reconhecidos.
- Facilitar o acesso e a partilha de conhecimento com as redes internacionais de estudo e intervenção em psicotraumatologia.


Público-alvo

- Profissionais das diferentes áreas da Saúde e Ciências Sociais;
- Elementos de equipas de emergência;
- Outros profissionais que atuem em situações potencialmente traumáticas (militares, socorristas, membros de forças de segurança, jornalistas, etc.).

Critérios

Critérios mínimos de seleção

Formação Superior de 1º Ciclo ou Equiparado.


Critérios para certificação

Caso o/a participante do Curso de Formação em Psicotraumatologia se queira candidatar ao Certificado Europeu em Psicotraumatologia da ESTSS é para isso condição necessária ser membro da ESTSS. Os/as associados/as do Centro de Trauma são, por inerência, membros da ESTSS.

No caso de o/a participante não ser ainda associado/a do Centro de Trauma terá de efetuar a sua adesão mediante preenchimento de um formulário online.

Para obter o Certificado Europeu em Psicotraumatologia será necessário frequentar os módulos obrigatórios, e um número de módulos facultativos que permita atingir 100 pontos de creditação. Cada módulo terá uma avaliação obrigatória através de um questionário de 10 perguntas de escolha múltipla.

Este questionário será disponibilizado pelo Centro de Trauma, que comunicará à ESTSS os resultados obtidos por cada candidato/a. Cabe à ESTSS o registo da creditação acumulada e a atribuição do Certificado.

Estrutura e programa

Estrutura do curso

O curso será constituído por módulos periódicos, organizados em sessões obrigatórias e sessões facultativas, com creditação cumulativa e avaliação obrigatória.


Programa e formadores

No âmbito da 2.ª edição Curso de Formação em Psicotraumatologia (salvaguardando pontuais alterações que se revelem necessárias), os temas, os/as formadores/as e as datas previstas para os módulos serão os seguintes:
 

SESSÕES A EFETUAR

- Redes europeias de intervenção no trauma: a rede TENTS-TP - 5 dezembro
Módulo facultativo – 1 dia (8 horas) – 20 pontos
Formador – Francisco Orengo Garcia (Psiquiatra, formador sénior da rede TENTS-TP)

____________________________________________________


SESSÕES EFETUADAS

 - Trauma: Diferentes olhares, o mesmo conceito? - 7 fevereiro
Módulo obrigatório -
1 dia (8 horas) – 20 pontos
Formadores/as – Vedat Sar (Psiquiatra, Presidente da ESTSS), António Sousa Ribeiro (Professor catedrático, Faculdade de Letras da UC/CES), Paula Coutinho (Intensivista, Unidade de Cuidados Intensivos [CHUC]), António Coimbra de Matos (Psicanalista, Associação Portuguesa de Psicanálise e Psicoterapia Psicanalítica), Luísa Sales (Psiquiatra, Coordenadora do Centro de Trauma/CES).

- Cérebro, memória e trauma: neurobiologia do trauma – 7 março
Módulo obrigatório –
½ dia (5 horas) – 10 pontos
Formadores/as - Rui Mota Cardoso (Professor Catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Investigador Associado do CES) e Margarida Figueiredo (Psiquiatra e Professora Auxiliar da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto)

- Trauma: intervenção precoce na crise – 11 abril
Módulo obrigatório –
½ dia (5 horas) – 10 pontos
Formadores/as - José Adriano Fernandes (Psiquiatra, Chefe de Serviço de Psiquiatria) e Márcio Pereira (Psicólogo, Coordenador do Centro de Apoio Psicológico e Intervenção em Crise do INEM)

 - Terapêuticas no trauma: das intervenções gerais às abordagens específicas (Parte 1) – 9 maio
Módulo obrigatório –
1 dia (8 horas) – 10 pontos
Formadores/as - Adriano Vaz Serra (ex-Professor Catedrático de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra/Presidente da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental), Luíz Gamito Psiquiatra no Hospital Júlio de Matos/ Presidente da direção do Colégio de Psiquiatria da Ordem dos Médicos), Ana Cristina Santos (Presidente da Associação EMDR Portugal) e Luísa Sales (Psiquiatra, Coordenadora do Centro de Trauma/CES)

 - Terapêuticas no trauma: das intervenções gerais às abordagens específicas (Parte 2) – 6 junho
Módulo obrigatório –
1 dia (8 horas) – 10 pontos
Formadores/as - Bruno Brito (Psicólogo, Gestor da rede de apoio a familiares e amigos de vítimas de homicídio da APAV), Fontes Ribeiro (Professor Catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra), Lúcia Monteiro (Diretora da Unidade de Psiquiatria do Departamento de Cuidados de Suporte e Oncologia Psicossocial do Instituto Português de Oncologia de Lisboa) e Maria José Rebelo (Psicóloga no Serviço Jesuíta aos Refugiados de Lisboa)

- Aspetos Forenses do Trauma19 de setembro
Módulo facultativo no âmbito do programa de formação avançada – ½ dia (5 horas) – 10 pontos
Formadores/as - Fernando de Almeida (Psiquiatra forense, Docente convidado do ICBAS, Presidente da Assembleia-Geral da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Psicologia da Justiça) e João Pedroso (Professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e investigador do CES) e Marta Ávila (Advogada)

- Gestão de desastres e intervenção em comunidades de risco10 outubro
Módulo facultativo – 1 dia (8 horas) – 20 pontos
Formadores/as - Manuel Velloso (Coordenador-chefe ANAFS – Associação Nacional dos Alistados das Formações Sanitárias), Fernando Araújo (Adjunto da Equipa SAF ANAFS DRC TEAM), José Fernandes (Adjunto de Coordenador OPS ANAFS EOC TEAM) e Luísa Sales (Psiquiatra e Coordenadora do Centro de Trauma/CES)

- Trauma e media – 7 novembro
Módulo facultativo
– 1 dia (8 horas) – 20 pontos
Formadores/as - Diana Andringa (Jornalista, Documentarista independente, Investigadora do CES), Joaquim Furtado (Jornalista), Representante do Sindicato dos Jornalistas, José Freitas Ferraz (Embaixador no Japão em Março de 2011), Humberto Vitorino (Médico de Clinica Geral e Familiar / Saúde em Português (ONGD), Sarah Adamopoulos (Jornalista e investigadora), Carlos Santos Pereira (Jornalista e investigador), Ana Luisa Rodrigues (jornalista, Presidente da Direção do Sindicato dos Jornalistas) e Ricardo Alexandre (vice-presidente do Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas)

Cartaz

Eventos do Ciclo

Oficina

Redes europeias de intervenção no trauma: a rede TENTS-TP

5 de dezembro de 2015, 09h45

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)

Oficina

Trauma em Crianças e Adolescentes

28 de novembro de 2015, 14h00

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)

Oficina

Trauma e Media

7 de novembro de 2015, 10h15

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)

Oficina

Gestão de desastres e intervenção em comunidades de risco

10 de outubro de 2015, 10h15

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)

Oficina

Aspetos Forenses do Trauma

19 de setembro de 2015

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)

Oficina

Terapêuticas no trauma: das intervenções gerais às abordagens específicas (parte 2)

6 de junho de 2015, 10h00

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)

Oficina

Terapêuticas no trauma: das intervenções gerais às abordagens específicas (parte 1)

9 de maio de 2015, 10h00

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)

Oficina

Trauma: intervenção precoce na crise

11 de abril de 2015, 14h15

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)

Oficina

Cérebro, memória e trauma: neurobiologia do trauma

7 de março de 2015, 14h00

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)

Oficina

Trauma: Diferentes olhares, o mesmo conceito?

7 de fevereiro de 2015, 09h00

CES-Lisboa (Picoas Plaza | Rua do Viriato, 13, Lj. 117-118)