PT | EN | ES
Notas biográficas dos formadores

Os desafios das novas criminalidades no espaço tecnológico

12 a 14 de setembro de 2018, Sala de Seminários (Piso 2), CES | Sofia

David Silva Ramalho - Advogado da Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados, onde desempenha a sua actividade nas áreas de contencioso criminal, contencioso contra-ordenacional, compliance e protecção de dados. É Assistente Convidado de Direito Penal e Processo Penal na Faculdade de Direito da Universidade Lisboa e participa regularmente, como orador convidado, em conferências e cursos de pós-graduação sobre temas de cibercrime, prova digital, Processo Penal e protecção de dados. É também investigador no Centro de Investigação em Direito Penal e Ciências Criminais (CIPDCC) e fellow no Tech and Law Center de Milão. Mestre em Ciências Jurídico-Criminais e Pós-Graduado em Direito Intelectual e em Direito e Cibersegurança, pela Faculdade de Direito de Lisboa.

Carlos Pinho – Magistrado do Ministério Público

Nuno Serdoura dos Santos - Advogado de 1995 a 2000, Magistrado do Ministério Publico desde 2000, Pós-Graduado em Ciências Juridico Económicas pela UCP Porto, Cy-Ops Course Advance Level do Center for Criminal Justice and Security Studies, Roménia (2017-2018). Actualmente é Procurador da Republica na Comarca de Porto-Este, no DIAP/INSTRUÇÃO CRIMINAL, na secção especializada de CiberCrime. Ponto de Contacto do Gabinete CiberCrime desde 2012 e membro do Gabinete Cibercrime da Procuradoria-Geral da República.

Pedro Verdelho - Magistrado do Ministério Público desde 1990. Entre 1994 e 2005, desempenhou funções no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, na secção especializada na investigação de crimes económico-financeiros, corrupção e crimes informáticos. Entre 2005 e 2011 foi docente do Centro de Estudos Judiciários, na área penal, de que foi coordenador. Foi representante de Portugal na União Europeia e no Conselho da Europa, em assuntos relacionados com a cibercriminalidade; representante de Portugal no Comité da Convenção do Cibercrime do Conselho da Europa, desde 2006, sendo presentemente membro do seu Bureau permanente. É perito da União Europeia e do Conselho da Europa na área da cibercriminalidade. Desde 2011 é Coordenador do Gabinete Cibercrime da Procuradoria-Geral da República.

Rogério Bravo  - Licenciado em direito, pós-graduado em Ciências Jurídicas e em Guerra de Informação. Professor Auxiliar Convidado da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, É jurista especializado em direito informático e ciberinvestigador. Inspector-chefe da Polícia Judiciária, responsável pelo combate à criminalidade informática.

Telmo Carlos - SIS

 

editar
    
Compete 2020 FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia POVT - Programa Operacional Temático Valorização do Território Universidade de Coimbra