You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.
Oficina
Abordagens em populações específicas (2.ª parte)
5 de fevereiro de 2022, 14h00-18h00 (GMT)
Evento em formato digital, via Zoom

APRESENTAÇÃO

4.º Módulo do IV Curso de Psicotraumatologia do Observatório do Trauma/CES-UC
 

CONTEÚDOS

Abordagens a populações específicas: adolescentes; refugiados; forças de segurança; vítimas de violência doméstica.

Cada formador faz uma apresentação de cerca de 40-45 minutos, acrescidos de 15 minutos destinados à discussão.


FORMADORES/ASÂngela da Costa Maia (Psicóloga, docente universitária no Departamento de Psicologia Aplicada, Escola de Psicologia da Universidade do Minho); Celina Manita (Professora Associada e Directora do GEAV - Gabinete de Estudos e Atendimento a Agressores e Vítimas FPCEUP); Rafaela Lopes (Psicóloga Clínica e da Saúde); Rosario Suarez (Coordenadora do Gabinete de Saúde Mental, Serviço Jesuíta aos Refugiados).


PROGRAMA

14h | Celina Manita (Professora Associada e Directora do GEAV - Gabinete de Estudos e Atendimento a Agressores e Vítimas FPCEUP)
Vulnerabilidades e impacto/trauma em crianças institucionalizadas

15h | Rafaela Lopes (Psicóloga Clínica e da Saúde)
Profissionais em contextos de risco: intervenção com bombeiros e outros profissionais de socorro

16h | Rosario Suarez (Coordenadora do Gabinete de Saúde Mental, Serviço Jesuíta aos Refugiados)
Saúde Mental na População Refugiada 

17h | Ângela da Costa Maia (Psicóloga, docente universitária no Departamento de Psicologia Aplicada, Escola de Psicologia da Universidade do Minho)
Processos de adaptação de adultos com história de adversidade e trauma de natureza interpessoal na infância

 

[As inscrições após as 18h00 de 4 DE FEVEREIRO deverão ser efetuadas através do envio de email para observatoriodotrauma@ces.uc.pt ]

NOTAS BIOGRÁFICAS

Ângela da Costa Maia

Ângela da Costa Maia é doutorada em Psicologia Clínica pela Universidade do Minho (UM) e docente no Departamento de Psicologia Aplicada na Escola de Psicologia da UM. É Vice-Presidente da Escola e durante vários anos pertenceu à direção da International Society of Behavioral Medicine. É coordenadora do Laboratório em Vítimas, ofensores e sistema de justiça do Centro de Investigação em Psicologia da UM. Tem colaborado e é coordenadora de vários projetos de investigação na área do trauma, da justiça e da violência, sendo autora ou co-autora de muitas publicações sobre estas temáticas. Integra a Comissão Científica do Centro de Recursos do Stress (em Contexto) Militar do Ministério da Defesa e coordenou vários projetos com financiamento da Administração Regional de Saúde do Norte, do Ministério da Administração Interna e do Ministério da Justiça. É coordenadora da Consulta de trauma na Associação de Psicologia (APsi), Universidade do Minho.


Celina Manita

Celina Manita, PhD, é professora associada de psicologia e investigadora sénior na Universidade do Porto, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação. Tem realizado vários estudos no campo da criminalidade, violência e vitimização (violência doméstica, maus tratos a crianças, violência sexual), tomada de decisões judiciais, mudança terapêutica/processos de mudança, avaliação forense, entre outros. É a atual diretora do GEAV - Gabinete de Estudos e Atendimento a Agressores e Vítimas da Universidade do Porto, que fornece tratamento a vários tipos de agressores, incluindo agressores sexuais, e também avaliação forense aos tribunais. É psicóloga e psicoterapeuta e perita forense com centenas de perícias psicológicas forenses feitas para os tribunais. É membro de associações profissionais nacionais e internacionais nas áreas da psicologia, criminologia e ciências forenses. Tem publicado e dado amplas palestras sobre estes campos, incluindo avaliação e intervenção com os infratores.


Rafaela Lopes

Licenciada e Mestre em Psicologia, área de especialização em Psicologia clínica, sistémica, saúde e família pela Universidade de Coimbra. Doutoranda em Psicologia Aplicada na Universidade do Minho a desenvolver investigação sobre o impacto da exposição a trauma em bombeiros voluntários e suas famílias. Psicóloga Clínica na Câmara Municipal de Oleiros onde tem desenvolvido um programa de apoio ao luto. Psicóloga nas Equipas de Apoio Psicossocial da Autoridade Nacional de Proteção Civil que prestam apoio a bombeiros, familiares e outras populações em cenários de crise. Assistente Convidada na Escola Superior de Saúde do Politécnico de Leiria e formadora em diversas formações avançadas na área da Intervenção em Crise e Psicotraumatologia. Especialista pela Ordem dos Psicólogos em Psicologia Clínica e Saúde, Psicologia da Educação e Especialidades Avançadas em Psicologia da Justiça e Psicologia da Saúde Ocupacional. Terapeuta EMDR Formação Básica Completa, acreditada pela Associação EMDR Portugal.


Rosario Suarez

Começou a trabalhar com população vulnerável no ano 2000 no Ministério da Província de Salta, Argentina, I.P.V. estudando simultaneamente a Licenciatura em Psicologia, realizou a Formação em Psicologia Aeronáutica em Buenos Aires, trabalhando na Editorial Oceano da área de educação nos bairros carenciados. Em Portugal frequentou o Mestrado Integrado em Psicologia no ISPA, já́ integrada na equipa de acompanhamento a refugiados do Serviço Jesuíta aos Refugiados (JRS.) Nessa equipa, é responsável pelos processos e implementação do modelo REACH –FOR Reconciliação junto da Dra. Ángela Ordóñez (Espanha). Concluiu a pós-graduação em Salud Mental de Intervenciones Psicologicas con Inmigrantes, minorias y excluídos sociales com o Dr. Achotegui (Espanha). Com a supervisão do Dr. Bruno Brito, foi responsável pelos processos de triagem e acompanhamento de saúde mental. Em 2020 assumuiu a coordenação do Gabinete de Saúde Mental do JRS Portugal.

INSCRIÇÃO

CARTAZ