José Antonio Novaes da Silva


Nota biográfica

José Antonio Novaes da Silva (Baruty) é Professor Titular do Departamento de Biologia Molecular da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com Doutorado em Bioquímica (1999, USP), Mestrado em Biologia Celular (1988, Unicamp) e Graduando em Ciências Biológicas (1986, UEL). Desde 1989, atua como docente na UFPB, desenvolvendo projetos de ensino, pesquisa e extensão com temáticas relacionadas à população negra e direitos humanos, incluindo análise de livros didáticos, novas tecnologias no ensino, educação sexual, intelectuais negros no campo das Ciências Naturais e saúde da população negra. Integra o Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPB), na Linha de Pesquisaː Processo Ensino/Aprendizagem, orientando dissertações e teses e também é um dos fundadores do Núcleo de Estudos e Pesquisas Afro-brasileiros e Indígenas - NEABI-CCHLA/UFPB. Atualmente, integra a gestão da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN-2018-2020) como Coordenador da Região Nordeste e Editor Executivo da Revista ABPN. No período de 2019/2020, com apoio da UFPB, desenvolve investigação de doutoramento no Centro de Estudos Sociais/CES-UC, tratando do Ensino e Aprendizagem de Citologia na Educação Básica, comparando manuais didáticos utilizados no Brasil e em Portugal. Trabalhos Recentes SILVA, José Antonio Novaes da. Os/As Remetu-Kemi: o povo que construiu as pirâmides. GARCIA, Maria de Fatima; SILVA, José Antonio Novaes da (Orgs.). Africanidades, afrobrasilidades e processo (des)colonizador: contribuições à implementação da Lei 10.639/03. João Pessoa: Editora da UFPB, 2018, p. 306-341, eBooks disponível no linkː http://www.editora.ufpb.br/sistema/press5/index.php/UFPB/catalog/book/69 SILVA, Jose Antonio Novaes da. Conquista de direitos, ensino de Ciências/Biologia e a prática da sangria entre os/as Remetu-Kemi e povos da região Congo/Angolaː uma proposta de articulação para a sala. Revista ABPN, v. 9, p. 149-175, 2017. Dossiê Temático: "Por uma produção de Ciência Negra: experiências nos currículos de Química, Física, Matemática, Biologia e Tecnologias". Disponível no linkː http://abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/issue/view/22