RIS3/Pernambuco
Sistemas Regionais de Inovação no Estado de Pernambuco (Brasil)

Período
1 de dezembro de 2016 a 30 de novembro de 2017
Duração
12 meses
Financiamento
Comissão Europeia
Resumo

As RIS3 – Estratégias de Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente foram promovidas nas regiões da União Europeia como forma de capacitar os territórios, fortalecer ‘sistemas regionais de inovação’ e favorecer a ‘variedade relacionada’ entre atividades económicas. O presente projeto-piloto é uma das primeiras tentativas para aplicar este referencial teórico-metodológico na preparação de uma estratégia fora do espaço europeu, no caso concreto na região de Pernambuco (Brasil). Este Estado apresenta uma assinalável evolução no domínio da C&T e inovação mas engloba sub-regiões com distintos níveis de desenvolvimento socioeconómico. Pernambuco apresenta interessantes desafios para a estruturação de uma estratégia de especialização inteligente que promova de forma satisfatória a excelência científica, a competitividade, a coesão e a equidade territorial.

Resultados

- Análise dos recursos regionais de C&T e inovação em Pernambuco
- Identificação de atores-chave e suas funções no sistema regional de inovação.
- Estudo das necessidades de conhecimento inovação em dois setores selecionados (Confeções e TI Automotivo).
- Orientação do debate regional e geração de consensos através de processos de ‘descoberta empreendedora’ sobre a visão e prioridades para a RIS3.
- Sugestão de programas e ações para o apoio à inovação regional.

Parceiros

MI - Ministério da Integração Nacional (Brasil), SECTI / PE - Secretaria de Estado da Ciência Tecnologia e Inovação do Estado de Pernambuco, CGEE - Centro de Estudos Estratégicos e Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação

Palavras-Chave
descoberta empreendedora, especialização inteligente, pernambuco, ris3, sistema regional de inovação, variedade relacionada