Amit Singh


Nota biográfica

O Amit é investigador e ativista em direitos humanos. É estudante de doutoramento em Direitos Humanos nas Sociedades Contemporâneas no Centro de Estudos Sociais (Universidade de Coimbra), desde 2017. Tem um mestrado em direitos humanos e multiculturalismo pela Universidade de Southeast, na Noruega; um mestrado em direitos humanos na Universidade de Mahidol, na Tailândia, e um mestrado em História Mundial pela Universidade de Pondicherry, na Índia. O Amit fez um projeto de tese em liberdade de expressão e intolerância religiosa na Índia. Foi na fritt ord, na Noruega (http://www.hbv.no/news/freedom-of-expression-foundation-supports-students-article148590-7158.html); e também fez uma tese de mestrado sobre insegurança do estado legal dos refugiados paquistaneses Ahmadiyya na Tailândia (financiado pela universidade Mahidol alumni association, e pelo Centro de recursos comunitários da Tailândia). É "Editor-at-large" (Direitos humanos) na revista online Different truths, colunista de direitos humanos no Oslo Times e no The Citizen. O seu livro intitulado "Conflict between Freedom of Expression and Religious Intolerance in India" vai ser (em processo de publicação) publicado pela Peoples Literature Publication, na India. O seu livro recente chama-se "Mounting Discrimination Declining Hope- Dilemma of An Indian Muslim". Os seus estudos sobre defesa de direitos humanos foram publicados na revista "Voice of Voiceless", maio 2013, vol.3, nº1). O Amit trabalhou com o Alto-comissário para os direitos humanos das Nações Unidas (Banguecoque, Tailândia), no programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (Nova Deli, India) e com a Comissão Nacional De Direitos Humanos da Índia. Enquanto coordenador de projeto da Organização Universal de Tolerância, na Noruega, coordenou o Fórum Global de Tolerância em 2015, nas matérias de Extremismo religioso e fundamentalismo. O Amit foi convidado a apresentar a sua pesquisa em vários fóruns nacionais e internacionais, incluindo a Universidade de Massachusetts (EUA), Universidade de York (Canadá), na Associação Internacional sobre estudos de migração forçada (Índia),e na Universidade de Oslo (Noruega). As suas áreas de interesse são conflitos religiosos, multiculturalismo, refugiados, tortura, discriminação de Castas, extremismos religiosos, e liberdade de expressão. O Amit foi presidente da União de Estudantes Internacionais na Universidade de Southeast na Noruega e embaixador "Mr. Brand" na Universidade de Mahidol, Tailândia. Em novembro de 2014, enquanto presidente da União de estudantes internacionais na Universidade de Southeast na Noruega, o Amit dirigiu uma campanha a apoiar o direito à educação grátis na Noruega- para protestar contra a tentativa do governo norueguês de taxar as propinas dos estudantes não-europeus (https://www.usn.no/news/students-experiences/amit-from-india-to-master-in-human-rights-and-multiculturalism-at-campus-drammen-article206539-28121.html). Na Tailândia, estagiou no "Asylum Access", defendendo alterações às políticas de proteção dos refugiados. Trabalhando com o Centro Comunitário de Recursos na Tailândia, o Amit deu ênfase às violações dos direitos humanos na exploração de terras das populações indígenas por empresas mineiras. No seu ativismo nos direitos humanos, o Amit foi galardoado pelo "REX global fellowhip" (http://differenttruths.com/human-rights/human-rights-activist-amit-singh-conferred-the-rex-karmaveer-global-fellowship/)), ganhou o prémio de direitos humanos Jan Mitra, e o prémio "Human Rights year of the crusader" (2016). O seu artigo, "How Tribals In Bastar Are Threatened By Police" foi selecionado enquanto história de topo em 2017, por uma revista online Indiana (https://www.youthkiawaaz.com/2017/12/top-stories-of-2017/) . Fez traduções para ONGs e para realizadores de documentários a trabalhar em direitos humanos, na India e na Dinamarca. Um dos documentários sobre refugiados paquistaneses Ahmadiyya, para o qual o Amit contribuiu com a sua experiência de pesquisa, foi selecionado para oito festivais internacionais, ganhou palma de bronze no festival internacional de cinema do México (2017); Prémio de prata no festival internacional de cinema "Smita Patil" na India (2017). Em 2018 o Amit recebeu o convite, por parte da Professora Catarina Kinnvell, para o cargo de "investigador convidado" no Departamento de Ciências Políticas na Universidade de Lund. Em 2012, foi convidado pela Professora Emérita Dra. Barbara Harrell-Bond, a trabalhar enquanto investigador assistente, no Centro de Investigação de Refugiados, na Universidade de Oxford. O Amit é membro da Rede de Pesquisa de Integração & Economia Política Global da Universidade da Colômbia, e da Rede de direitos dos refugiados da Ásia e Pacífico, na Tailândia. É regularmente convidado enquanto orador em matéria de direitos humanos na Índia. Já contribuiu com mais de cem artigos sobre direitos humanos, em revistas online, nacionais e internacionais.


Últimas Publicações

Livro

Singh, Amit (2018), Ahmadiyya Refugees in Thailand: Right to freedom from arbitrary detention and freedom of movement: A case study of Pakistani Ahmadiyya refugees. Novas Edições Acadêmicas

Artigo em Revista Científica

Singh, Amit (2018), "Conflict between Freedom of Expression and Religion in India—A Case Study", Social Sciences, 7, 7, 108

Livro

Singh, Amit (2018), FREEDOM OF EXPRESSION VS RELIGION A CASE STUDY FROM INDIA. Peoples Literature Publication: VIVEK SAKPAL