Élida Lauris


Nota biográfica

Élida Lauris é Doutora em Pós-colonialismos e Cidadania Global pelo Centro de Estudos Sociais e Faculdade de Economia, da Universidade de Coimbra. Foi investigadora do Observatório Permanente da Justiça Portuguesa do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Atualmente é co-coordenadora do Projeto ALICE, onde desenvolve o projeto de investigação "Hérculeos juízes, cidadãos vulgares: estudo comparativo dos usos, do alcance e dos sentidos da transformação social escrita nas constituições da África do Sul e do Brasil". Sua tese de doutorado "Acesso para quem precisa, justiça para quem luta, direito para quem conhece. Dinâmicas de colonialidade e narra(alterna-)tivas do acesso à justiça no Brasil e em Portugal foi distinguida com o Prémio CES para Jovens Cientistas Sociais de Língua Portuguesa em 2015. Em 2012, foi igualmente distinguida com Prémio CLACSO-FIBGAR de ensaios "Para uma nova política de direitos humanos na América Latina" com o ensaio "Aprender com/a partir do Sul: redefinindo conceitos, contextos, vozes e narrativas para uma nova política de direitos humanos na América Latina". Tem experiência na área de Direito, com ênfase na sociologia do direito e dos tribunais e direito constitucional, atuando principalmente nos seguintes temas: acesso à justiça, direitos humanos, mobilização do direito e movimentos sociais, reforma do judiciário, separação de poderes, judicialização da política, constitucionalismo e hermenêutica constitucional.


Últimas Publicações

Artigo em Revista Científica

Lauris, Élida (2016), "Aprender com/a partir do Sul: redefinindo conceitos, contextos, vozes e narrativas para uma nova política de direitos humanos na América Latina", Crítica y Emancipación, 8, 15, 381-467

Artigo em Revista Científica

Lauris, Élida (2015), "Para uma concepção pós-colonial do direito de acesso à justiça", Hendu: Revista Latino-Americana de Direitos Humanos, 6, 1, 5-25

Artigo em Revista Científica

Lauris, Élida (2015), "O Sul Como Emergência: Mobilização Social do Direito e Experimentalismo Institucional do Acesso à Justiça em São Paulo", Sortuz: Oñati Journal of Emergent Socio-Legal Studies, 7, 1, 59-92

Ler mais