Autobiografias tóxicas


Gostaríamos de vos apresentar o projeto Autobiografias Tóxicas, um projeto europeu que em Portugal será desenvolvido pela Oficina de Ecologia e Sociedade do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.


Veja aqui o vídeo de apresentação

Este projeto quer conhecer histórias de contaminação e de resistência de pessoas e comunidades afetadas.

Através da sua voz e da sua experiência acumulada e sentida no território, família, comunidade, no trabalho e no seu corpo contribui para a visibilidade de problemas de contaminação.

Na Europa e no Mundo, as comunidades são consideradas como recurso a explorar em prol da riqueza de alguns.

Contar as nossas histórias de contaminação é construir uma compreensão diferente do nosso passado e presente para planear um futuro melhor.

Contar estas histórias é a primeira maneira de resistir e construir alternativas.

Contribua com a sua autobiografia tóxica para que os casos de injustiça ambiental não sejam esquecidos, mas que sejam fortalecidas as resistências socio-ambientais em Portugal.

Pode ser a história da sua doença pessoal ou alguma experiência próxima. Ou mesmo a história do medo de você ou dos seus entes queridos ficarem doentes .

Apelamos à contribuição através de vídeos, arquivos de áudio e textos escritos em prosa ou em verso, ou de qualquer outra forma que possa pensar para construir a sua autobiografia tóxica.

Neste link poderá consultar o pequeno manual que sugere como construir o testemunho da sua história.

Estas são apenas sugestões.

Sinta-se livre para experimentar e entrar em contato connosco através do email :  ambientemapa@gmail.com

TOXICBIOS é um projeto de Ciências Ambientais Públicas com base no KTH Environmental Humanities Laboratory em Estocolmo e financiado pela Seed Box, , uma colaboração para as humanidades ambientais da Fundação Mistra-Formas