EmployALL
A crise do emprego e o Estado Social em Portugal: deter a produção de vulnerabilidades sociais e de desigualdades

Período
1 de novembro de 2018 a 30 de setembro de 2021
Duração
35 meses
Financiamento
Fundação para a Ciência e Tecnologia
Resumo

Este projeto tem como objeto as relações de dependência mútua entre emprego e proteção social.

Visa dar resposta às seguintes questões de investigação:

  1) Quais os mecanismos que ligam o emprego (desemprego, precariedade, declínio dos salários) à proteção social (a sua capacidade de resposta a exigências crescentes), e de que modo a pressão acrescida sobre o sistema de proteção social, assim como as suas debilidades, contribuem para aumentar os riscos no emprego e no desemprego?

  2) De que modo a articulação das crises do emprego e da proteção social têm convergido na produção e na reprodução cumulativa de desigualdades, e como é que este processo pode ser revertido pelas políticas públicas?

Parceiros

Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)

Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS/ULisboa)

Centro de Investigação em Direito Europeu Económico Financeiro e Fiscal do Instituto de Direito Económico Financeiro e Fiscal da Faculdade de Direito de Lisboa (IDEFF)