Patrícia Branco


Nota biográfica

Patrícia Branco é investigadora do CES desde março de 2008 e membro do DECIDe - Núcleo da Democracia, Cidadania e Direito. Investigadora contratada do CES no âmbito do Programa de Estímulo ao Emprego Científico (CEECIND/00126/2017), desde 01 de maio de 2019. Bolseira de Pós-Doutoramento, pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (Ref. SFRH/BPD/102236/2014), com o projeto de investigação «Tribunais, suas comunidades e cidadãos: a efetividade no acesso ao direito e à justiça (territorial, espacial e simbólico) da nova reforma da organização judiciária» (01/09/2015 a 28/02/2019). Fellow do Käte Hamburger Center for Advanced Study in the Humanities "Recht als Kultur/Law as Culture", da Universidade de Bona, Alemanha (janeiro a junho de 2015). Tem o grau de Doutora em Sociologia do Direito, no âmbito do programa «Direito, Justiça e Cidadania no séc. XXI», pela Universidade de Coimbra, bem como o grau de Mestre (LL.M) pela European Academy of Legal Theory, Bélgica, e licenciatura em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Fez estágio de advocacia durante o período de 2000 a 2002, pelo Conselho Distrital de Coimbra da Ordem dos Advogados. Membro das equipas de investigação dos seguintes Projetos: "As mutações do acesso à lei e à justiça na União Europeia - O estudo de caso da justiça da família em Portugal" (concluído, avaliado com nota A), "O género do direito e da justiça de família - As desigualdades e violência de género na transformação da lei de família e nas decisões dos Tribunais de Família e Menores" (concluído) e "Os sem direitos: a cidadania (limitada) dos imigrantes ilegais e o seu acesso ao direito e à justiça na União Europeia e em Portugal" (concluído, avaliado com nota A); e «Desvio e crime juvenil no feminino: da invisibilidade dos fatos, seleção e percursos no sistema judicial» (concluído, avaliado com nota A), financiados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. Foi, entre Abril de 2010 e Dezembro de 2011, a Investigadora Responsável do Projeto de Investigação «Arquitectura judiciária e acesso ao direito e à justiça: o estudo de caso dos tribunais de família e menores em Portugal» (concluído, avaliado com nota A), financiado pela FCT/COMPETE (Ref.ª: FCOMP-01-0124-FEDER-009199). Os seus interesses de investigação centram-se no acesso ao direito e à justiça, entendido em sentido amplo; na questão da arquitetura judiciária, dos espaços da(s) justiça(s) e na administração da justiça; na relação do direito com as humanidades; e nas mutações do direito da família e das crianças e suas relações com as temáticas do género.


Últimas Publicações

Artigo em Revista Científica

Branco, Patrícia (2019), "City/Courthouse Building: A Mirror Game. Examining Connections Between Courthouse Buildings and Location in the Urban Environment", International Journal for the Semiotics of Law - Revue internationale de Sémiotique juridique, 32, 3, 597-620

Ler mais

Artigo em Revista Científica

Branco, Patrícia; Casaleiro, Paula; Pedroso, João (2018), "Sociologia do direito made in Portugal: o contributo do CES no panorama nacional", e-cadernos CES, 29, 237-252

Ler mais

Capítulo em Livro

Branco, Patrícia (2018), Courthouse Architecture as Technology. Some Thoughts on Form vs Function, in Patrícia Branco; Nadirsyah Hosen; Massimo Leone; Richard Mohr (org.), Tools of Meaning. Representation, Objects, and Agency in the Technologies of Law and Religion. Roma: Aracne: I Saggi di Lexia 29, 67-90