CILIA-LGBTQI+ <br>Desigualdades ao longo da vida de pessoas LGBTQI+: uma abordagem comparativa e interseccional em quatro países europeus.

CILIA-LGBTQI+
Desigualdades ao longo da vida de pessoas LGBTQI+: uma abordagem comparativa e interseccional em quatro países europeus.

Período
1 de março de 2018 a 28 de fevereiro de 2021
Duração
36 meses
Financiamento
Fundação para a Ciência e Tecnologia
Resumo

Reunindo uma equipa de investigação internacional e multidisciplinar, este projeto estuda desigualdades vividas por pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transgénero e queer (LGBTQ) em três momentos de transição biográfica: saída da escola/ entrada no mercado trabalho; progressão de carreira; entrada na reforma e respetivo impacto na fase final da vida. O objetivo principal é recolher dados originais comparativos sobre desigualdade ao longo da vida experienciada por pessoas LGBTQ em quatro países: Inglaterra, Escócia, Portugal e Alemanha. O projeto examina ainda o modo como as desigualdades decorrentes da identidade de género e/ou sexualidade se cruzam com variáveis como classe social, etnicidade, nacionalidade, saúde, diversidade funcional, religião e contexto geográfico ao longo da vida.
As tarefas serão conduzidas pelas equipas de investigação nos quatro países de forma a recolher dados em bases nacionais e internacionais, em estudos qualitativos recentes e em documentos legais, políticos e organizacionais.

Resultados

Esta recolha será utilizada no desenvolvimento de um modelo de simulação multi-agente que informará uma nova abordagem teórica ao conhecimento interseccional sobre vidas LGBTQ e, assim, propor futuras agendas políticas e de investigação. Os resultados serão divulgados na academia e junto de agentes relevantes (i.e. associações, profissionais) através de relatórios, redes sociais, conferências e iniciativas de troca de conhecimento em cada país participante.

Parceiros

Universidade de Surrey, Inglaterra - Instituição coordenadora

Universidade de Strathclyde, Escócia

Universidade Alice Salomon, Alemanha

Palavras-Chave
LGBTQ, transição escola/trabalho, progressão na carreira, reforma, interseccionalidade, percursos de vida, comparativo